Carro novo ou seminovo: um guia completo para tomar a decisão certa

Carro novo ou seminovo: um guia completo para tomar a decisão certa

Quando pensamos em trocar ou comprar um carro, imaginamos que é melhor optar por um zero-quilômetro ou seminovo, não é mesmo?

Claro que você deve refletir sobre os prós e contras de cada um para não se arrepender depois. Carros são bens valiosos e existem algumas facilidades em sua aquisição. Podemos parcelar por meio de financiamento ou consórcio.

Receba nossas novidades


    Neste artigo, mostraremos o que deve ser considerado quando se trata de escolher entre um carro novo ou seminovo. Então, não se precipite e tome a decisão certa!

    Vantagens e desvantagens do carro novo

    Para decidir entre carro novo ou seminovo, nada melhor que conhecer as vantagens e desvantagens de cada um. Confira abaixo as principais! 

    Vantagens

    Ao comprar um carro original de fábrica, você está adquirindo um veículo em ótimas condições, com cheirinho de novo e nem um quilômetro rodado.

    Por ser um carro zero, há poucas chances de que ele venha a apresentar problemas em curto ou mesmo médio prazo. 

    As manutenções periódicas vem descritas no manual e as despesas com elas seguem uma tabela. Além disso, você tem certeza de que o carro tem procedência legal — é quase impossível que ele tenha algum problema oculto.

    O veículo novo ainda conta com garantias de integridade do próprio fabricante, como:

    • não sofreu colisões;
    • não sofreu depreciação;
    • não se submeteu a nenhuma manutenção;
    • está pronto para você deixá-lo do modo que quiser.

    Há ainda a vantagem de menos burocracia para rodar com o veículo novo. No caso de carros usados, é preciso despender tempo em vistorias e na transferência de documentos.

    Nos veículos zero-quilômetro nada disso ocorre porque as concessionárias tornam o processo mais simples.

    Desvantagens

    Uma desvantagem é a alta desvalorização que o veículo sofre depois de registrado. Logo após sair da concessionária, os carros novos sofrem depreciação de cerca de 15% do valor de compra.

    Vantagens e as desvantagens do carro seminovo

    Agora que já vimos as vantagens e desvantagens de um carro novo, vamos considerar as opções do seminovo. Confira!

    Vantagens

    Uma das maiores vantagens é o preço. Devido à desvalorização, é possível encontrar muitas ofertas no mercado.

    Em alguns casos, o veículo comprado conta com garantia de fábrica porque tem poucos anos de uso. Com o dinheiro usado para adquirir um veículo novo, você pode obter um carro seminovo mais incrementado, com maior quantidade de equipamentos e um motor melhor.

    Para quem troca de veículo com certa periodicidade, a desvalorização do seminovo costuma ser menor.

    Outra vantagem: motoristas recém-habilitados podem usar um carro seminovo para treinar. Por causa da inexperiência, é comum que aconteçam pequenos acidentes, como batidas de grau leve a moderado, o que pode depreciar ainda mais o automóvel. 

    Desvantagens

    O carro seminovo já foi usado por outro dono. Possivelmente, o veículo não estará tão bem conservado. Nesse caso, mesmo que o preço seja mais baixo, talvez as condições do automóvel exijam mais cuidados e manutenções. Por isso, se esse for seu caso:

    • atente-se para todos os documentos;
    • analise se o vendedor é realmente de confiança;
    • avalie o carro e procure por sinais de colisões ou arranhões;
    • procure por um mecânico de confiança no momento da compra, para conferir o automóvel.

    Pontos a analisar ao comprar carro novo ou seminovo

    Vamos agora sugerir alguns passos para você comprar carro novo ou seminovo. Confira!

    Verifique qual é o valor da entrada e das parcelas

    Análise quanto você terá que pagar pelo carro novo ou seminovo. Você deve ser realista e não se comprometer além de suas possibilidades.

    Gastos mensais com o carro

    Não são apenas o valor de entrada e de parcelas que você precisa considerar. Há, por exemplo, os gastos com manutenções, que tendem a ser mais altos em um carro seminovo.

    Certas revisões e a troca de óleo devem ser feitas a partir de alguns quilômetros. Quanto mais usado o carro, mais será preciso trocar peças.

    Considere os gastos ocultos

    Além da entrada, parcelas e manutenções, você deve considerar os custos escondidos, que são o licenciamento, impostos e desvalorização.

    Carros novos tendem a desvalorizar mais que os seminovos. Em relação a seguros, eles costumam ser mais caros. O valor do seguro é calculado de acordo com o preço e o grau de uso. O IPVA muda conforme o valor do veículo. Já o licenciamento, por sua vez, não se altera, seja o carro novo ou seminovo.

    Concluímos, portanto, que você deve analisar suas necessidades, além de pesar vantagens e desvantagens para decidir entre carro novo ou seminovo. Uma boa opção é fazer um consórcio de automóveis e, quando receber a carta de crédito, escolher se o melhor é o carro novo ou seminovo.

    Gostou desse conteúdo? Então acompanhe nossas redes sociais e conheça mais dicas como essas! Estamos no Facebook, Youtube e Instagram!

      Blog do Consorcio Blog do Consorcio

      Comentários

      Cadastre-se e receba nossas novidades


        Aviso: Nós usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade Eu Aceito

        Dúvidas, sugestões ou mais informações?

        Deixe sua mensagem no formulário abaixo para entrar em contato conosco. Ficaremos felizes em te ajudar!